CZ é impedido de deixar os EUA e SEC busca evidências de “fraude semelhante a FTX”

Binance entra na mira da SEC por possível manipulação de fundos e CZ é impedido de deixar os EUA.

Em decisão proferida nesta segunda-feira, Um juiz federal dos EUA impediu temporariamente que Changpeng Zhao (CZ), ex-CEO da Binance, deixe o país até o final do processo que enfrenta por violações à política de lavagem de dinheiro dos EUA decorrentes da atuação da Binance.US no país. A sentença está marcada para o final de fevereiro.

Além disso, o The Wall Street Journal divulgou nesta segunda-feira (27) que a SEC (Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos) está buscando evidências de que houve uma atuação semelhante ao caso FTX no que tange ao controle e manipulação de fundos dos usuários da exchange.

Segundo aponta o jornal, CZ teria agido de forma muito semelhante a Sam Bankman Fried, numa “fraude estilo FTX” em que os fundos dos usuários teriam sido utilizados de forma indevida por CZ.

Changpeng Zhao deixou o cargo de CEO da Binance na semana passada depois de se declarar culpado de uma acusação em um tribunal federal de Seattle. Ele e seus advogados argumentaram que ele deveria ser autorizado a retornar à sua residência nos Emirados Árabes Unidos. O governo se opôs a isso, argumentando que Zhao poderia ser um risco de fuga.

Em seu acordo com o governo dos EUA, a Binance concordou em pagar US$ 4,3 bilhões. Quando CZ deixou o cargo de CEO e Richard Teng assumiu como novo CEO da exchange. Apesar do acordo com o Departamento de Justiça dos EUA, o clima de tensão parece não ter terminado e novas repercussões do caso podem surgir nos próximos dias.

- Anúncio -spot_imgspot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img