Saudi Aramco poderá investir em ativos digitais após parceria com SBI Group

Terceira maior empresa do mundo sinalizou interesse em entrar no mercado de ativos digitais.

A Saudi Aramco, atualmente a terceira maior empresa do mundo em valor de mercado, pode começar a investir em criptomoedas. A novidade foi compartilhada em um documento que detalha a parceria da empresa com a SBI Group, empresa financeira sediada no Japão.

A Saudi Aramco é uma empresa com US$ 2,1 trilhões em valor de mercado, estando atrás apenas de Apple e Microsoft. A empresa é uma petroleira que pertence ao governo da Arábia Saudita, sendo a empresa mais relevante do mundo no setor.

No documento, que detalha a parceria entre as duas empresas, destaca o interesse no investimento em ativos digitais:

“Colaboração na área de ativos digitais e co-investimentos alavancando as carteiras de investimentos de ambas as partes relacionadas a ativos digitais.”

“Identificação de startups japonesas na área de ativos digitais que tenham interesse em expandir seus negócios na Arábia Saudita e apoiar sua entrada e crescimento”, afirma o documento.

Além disso, é mencionada uma colaboração no mercado de semicondutores, que são utilizados na fabricação de chips de processamento.

“Lançamento de diversos projetos específicos relacionados a investimentos na área de semicondutores, incluindo o estabelecimento de fábricas no Japão e na Arábia Saudita.”

Apesar dos trechos, não há grandes detalhes sobre como esta parceria envolvendo ativos digitais poderia ocorrer. Notavelmente, a Saudi Aramco poderia se tornar a mais nova gigante financeira a deter bitcoin em seu caixa corporativo, seguindo o exemplo  de empresas como Tesla e MicroStrategy.

Atualmente, a acumulação institucional de bitcoin ainda é menor em comparação com o mercado de alta de 2021. Naquele momento, se tornou recorrente grandes empresas anunciarem que estão adicionando bitcoin ao seu caixa corporativo, incluindo a Tesla, do bilionário Elon Musk.

Muito deste movimento foi incentivado pelo fundador da MicroStrategy, Michael Saylor, um grande entusiasta da principal criptomoeda. Ao longo dos últimos anos, a MicroStrategy acumulou bilhões em bitcoin, grande parte proveniente de empréstimos realizados pela companhia.

- Anúncio -spot_imgspot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img