Dova Protocol: interligando Bitcoin e Ethereum no ambiente DeFi

Explorando o potencial do BRC-20 em ambientes DeFi com o Dova Protocol

O ecossistema DeFi, em sua origem, nasceu na rede Ethereum com soluções de intermediação e market making automatizado por meio de pools de liquidez, isso entusiasmou um público que até então já estava em cripto. Conforme o mercado foi ganhando maturidade, os desenvolvedores compreenderam que seria ainda mais disruptivo trazer a tecnologia para um modelo de negócios antigo (empregado predominantemente pelos bancos). Neste sentido surgiram protocolos de empréstimos com garantia e intermediadores de crédito, como AAVE, Maker DAO e Compound. 

O novo passo dado dentro do ecossistema é a adaptação dos serviços DeFi já existentes na rede Ethereum, agora na rede do Bitcoin, dessa vez operando no padrão BRC-20. Isso revela como a interoperabilidade entre as redes pode adicionar valor para todo o ecossistema. A seguir iremos conhecer um desses protocolos promissores.  

Dova Protocol

O DOVA se destaca por facilitar a transferência suave de tokens BRC-20 entre as redes Bitcoin e Ethereum, graças à ponte MultiBit. Este mecanismo permite que os usuários movimentem tokens entre blockchains de maneira eficiente, abrindo novas avenidas para empréstimos garantidos na rede Ethereum. A principal missão do DOVA é aprimorar a liquidez entre as redes Bitcoin e Ethereum, facilitando a movimentação de tokens BRC-20 e promovendo empréstimos garantidos.

Assine o Blockmarket Research e tenha acesso a análises institucionais do mercado cripto, agora disponíveis para pessoas-físicas no Brasil.

Características Inovadoras do DOVA 

O Protocolo DOVA introduz vários conceitos inovadores no espaço DeFi. Primeiro, os cTokens, que são tokens que geram juros e representam os ativos depositados pelos usuários. Cada ativo tem um cToken correspondente, como BTC para cBTC, que atua como um certificado de depósito. A taxa de conversão dos cTokens varia, refletindo a acumulação de juros ao longo do tempo.

Outro aspecto fundamental é o fator de garantia associado a cada ativo. Isso determina a proporção do valor do empréstimo em relação ao valor da garantia. Por exemplo, um fator de garantia de 0,75 para BTC significa que, a cada U$100 em BTC depositados, até U$75 podem ser emprestados. Essa característica é crucial para o gerenciamento de riscos e a estabilidade do ecossistema DOVA. Além disso, o DOVA facilita a liquidação de empréstimos quando os valores emprestados excedem os limites estabelecidos, envolvendo liquidatários externos para manter a integridade do sistema.

Conclusão 

O Protocolo DOVA representa uma inovação significativa no mundo DeFi, oferecendo interoperabilidade entre Bitcoin e Ethereum e melhorando a liquidez de tokens BRC-20. Esta abordagem não só aumenta as possibilidades para empréstimos garantidos, mas também introduz novas formas de renda passiva através de staking. Com o DOVA, o potencial do token BRC20 é totalmente explorado, marcando um avanço significativo no campo das finanças descentralizadas e prometendo transformar o futuro das criptomoedas.

- Anúncio -spot_imgspot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img