James Zhong: A história do jovem que roubou 50 mil Bitcoins do Silk Road e se tornou uma baleia

Hacker do Silk Road: A verdadeira história de James Zhong e seus bilhões em Bitcoin dentro de um pote de Cheetos.

Em novembro de 2021, policiais americanos cercaram uma mansão à beira de um lago na Georgia. No porão, encontraram um cofre com U$661,9 mil em dinheiro, barras de ouro e um pote de Cheetos. O pote guardava 15 bilhões de reais em Bitcoins.

Para entender como essa fortuna foi parar aí, precisamos conhecer James Zhong, o dono da mansão.

Um nerd típico, ele adorava vasculhar fóruns obscuros online. Em um dia, em 2009, uma postagem chamou sua atenção. O post falava sobre uma nova moeda digital chamada Bitcoin. Zhong ficou fascinado pela ideia e começou a minerar Bitcoin em casa.

Em 2012, Zhong descobriu uma vulnerabilidade no Silk Road, um mercado negro online que aceitava Bitcoin. A vulnerabilidade permitia que ele saqueasse mais Bitcoins do que tinha depositado.

 O Silk Road foi um marketplace ilegal em que os usuários podiam comprar e vender produtos ilícitos de forma anônima.

Zhong aproveitou a oportunidade e roubou 50 mil bitcoins do Silk Road.

O valor dos Bitcoins que Zhong roubou era de cerca de US$1 milhão na época. No entanto, o preço do Bitcoin continuou a subir nos anos seguintes, e os Bitcoins de Zhong chegaram a valer mais de US$3,3 bilhões em 2021.

Zhong gastou parte dos Bitcoins que roubou em festas e drogas. Ele também investiu em imóveis e outros bens.

Em 2017, Zhong se envolveu em uma aposta de US$20 milhões com Roger Ver, um dos fundadores do Bitcoin. Zhong usou uma carteira com 50 mil Bitcoins para assinar a aposta.

A assinatura da aposta levou os investigadores a rastrearem Zhong. Em novembro de 2021, ele foi preso e condenado por lavagem de dinheiro.

Após receberem um mandado de busca e apreensão, agentes do FBI invadiram a casa do programador. No porão, eles encontraram uma lata de salgadinhos Cheetos contendo uma pequena placa de circuito impresso. A CPU, aparentemente comum, abrigava bilhões de dólares em Bitcoins.

Zhong foi condenado a 1 ano de prisão e a perder todos os seus Bitcoins. Ele foi libertado em julho de 2023.

A história de James Zhong é uma história de ganância, arrogância e um final trágico. Zhong perdeu tudo o que havia conquistado em uma década de investimentos bem-sucedidos.

O caso também serve como um alerta para os investidores de criptomoedas. É importante ter cuidado com as vulnerabilidades de segurança das criptomoedas e evitar participar de atividades ilegais com criptomoedas.

- Anúncio -spot_imgspot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img