SEC aprova 11 ETFs de Bitcoin nos Estados Unidos

Após anúncio da SEC, Bolsa Americana informa que ETFs começarão a ser negociados já na próxima quinta-feira (11).

A Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC) aprovou oficialmente nesta quarta-feira (10) a criação de 11 ETFs de Bitcoin à vista a serem negociados no mercado americano. O anúncio da agência reguladora é um marco histórico para o mercado de criptomoedas dos EUA, oferecendo aos investidores uma forma regulamentada de investir na principal criptomoeda do mundo.

Inicialmente, houve certa confusão quando um documento de 22 páginas aprovando o arquivamento 19b-4 para os ETFs de Bitcoin foi publicado e, em seguida, removido do site da SEC, levando a especulações sobre a aprovação oficial. No entanto, a notícia foi posteriormente confirmada por fontes oficiais, e a Bolsa Americana anunciou que os ETFs de Bitcoin começarão a ser negociados já na próxima quinta-feira (11)

Entre os ETFs aprovados estão propostas de grandes instituições financeiras como BlackRock, Fidelity, e ARK Invest. Esses fundos oferecerão aos investidores exposição ao preço do Bitcoin sem a necessidade de possuir a criptomoeda diretamente, simplificando o acesso para o investidor médio e potencialmente reduzindo os riscos associados à custódia de criptoativos.

A aprovação dos ETFs de Bitcoin vem após anos de atrasos e rejeições de várias tentativas de lançar ETFs baseados em Bitcoin spot em solo americano.

ETFs de Bitcoin oficialmente aprovados nos EUA

Analistas preveem que a aprovação dos ETFs pode desencadear uma nova onda de investimentos institucionais e individuais, contribuindo para a estabilização e maturação do mercado de criptomoedas. Além disso, espera-se que a regulamentação traga mais segurança e transparência para os investidores em um mercado até agora pouco regulamentado.

A SEC reiterou a importância da diligência e compreensão dos riscos por parte dos investidores ao entrar no mercado de criptoativos. Com a aprovação destes ETFs, os ativos digitais dão um passo significativo em direção à integração ao sistema financeiro tradicional.

Com a confirmação oficial da SEC, o mercado agora volta seus olhos para a segunda maior criptomoeda do mercado, o Ethereum (ETH) que também poderia ter um ETF aprovado ainda em 2024.

- Anúncio -spot_imgspot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img